quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Eu e o Corinthians o Corinthians e Eu...juntinhos!!

Não me lembro a data exata da primeira vez que fui ao Estádio...na verdade, nunca liguei muito pra futebol. Nasci Corinthiana em uma família Corinthiana. Tá certo, com alguns poucos (bem poucos) desviados, ninguém é perfeito, né?! Rsrs
 

Só sei que estava no colegial (92/93/94)...era um daqueles jogos à tarde...no Morumbi. Nem me lembro quanto foi o jogo, desde aquele instante a torcida me fez parar no tempo e esquecer de tudo à minha volta: LOVE AT FIRST SIGHT. E aí o jeito foi não me segurar, e sim, me entregar.

O primeiro jogo que realmente lembro foi CORINTHIANS x VASCO, 1995, pela Copa do Brasil. Eu fazia cursinho à noite, cabulei!! Sozinha segui ao metrô Saúde, minha amiga não ia, mas me disse que uns doidos se encontravam lá todo jogo. Quando cheguei, sem conhecer ninguém, já fui superbem recebida. OBS: eu NÃO TINHA INGRESSO. Seguimos para o PACAEMBÚ. Chegando lá, óbvio que não tinha mais ingresso, tive que usar todo o meu charme e.......consegui entrar mesmo sem ingresso (ñ tinha catraca informatizada). Aquilo fervia e o Timão fez 5, emoção total.
Me perdi dos meus conhecidos, mas como desde o primeiro instante aquela torcida que me acolheu, NUNCA me amedrontou e sempre me respeitou como mulher, pra casa de busão eu voltei.
No metrô conheci um menino (com dentes,ok?!rs), namoramos e 1 ano mais tarde ele veio a ser o pai do meu filho. hahahah – sempre levei minhas loucuras muito a sério!!rs

Anos e jogos se passaram, até que eu descobri os Gaviões da Fiel (na vdd já tinha carteirinha desde 95), me encantei pela unidade, pela amizade que lá existia e pelo samba. É, o sangue que corre em minhas veias é de negona!! E dali nunca mais saí. Jogos, ensaios, desfiles....TUDO bom demais!!

 
Foi lá que conheci meu hoje marido. Sinceramente, gostando tanto de futebol e Corinthians (não necessariamente nesta ordem) como eu gosto, seria impossível ter casado com um torcedor de outro time, pois, ir ao estádio (onde eu AMO) com meu marido (quem eu AMO) NÃO TEM PREÇO. Sem contar quando meu filho vai também...aí a felicidade está completíssima.

Na minha Bagagem Centenária carrego muitas lembranças: Pacaembu nossa casa, Morumbi nosso salão de festas, Parque São Jorge nosso Xodó, Canindé, Maracanã e Beira Rio, Avenida Paulista, Centro da Cidade, rua lá de casa.

Para nós o mundo é pequeno comparado ao sentimento que NINGUÉM, se não nós, consegue descrever.

Eu gosto da festa do povo, onde não se leva em consideração onde a pessoa que está do seu lado vive, o importante é que ela, naquele momento, está na mesma sintonia que você, gritando CORINTHIANS. E essa festa sem rostos, sem RG é a mais gostosa porque é espontânea, natural.

Preciso de um parágrafo para as minhas fiéis escudeiras:
 
 
Mari, Re e Cecily. Esse quarteto não é mole, e cada momento juntas é especial demais. Principalmente a Mari que é minha amiga há 20 anos...e poder dividir mais estas emoções....sem palavras.
 
Nosso estádio, nossa tão esperada casa vai chegar. O marido disse que não vê a hora de ter $$ pra ficar em um camarote. Eu: Como?Camarote?Você vai sozinho, eu vou de arquibancada!
Não adianta, o tempo passou, a torcida mudou, mas não abro mão da minha arquibancada. Daquela energia que chega até a dar choque, daquela mão batida na hora do gol na outra de quem nem se conhece. É lá que posso extravasar minha ansiedade, só lá. De lá não saio, de lá ninguém me tira. E meu anjo marido que sempre entende minhas loucuras, sorri.

E é isso, e ontem eu tive o privilégio de fazer parte da maior festa que o MUNDO já viu neste sentido. No maior estilo Corinthiana Maloqueira e Sofredora (Graças a Deus) fui para o Anhagabaú de "busão" e metrô.
 
 
 
Poderei dizer ao meu(s) filho(s), meus netos: EU ESTAVA LÀ. Junto à multidão alucinada, gritando sem parar. A festa que ontem nos foi proporcionada para o CENTENÁRIO DO TODO PODEROSO SPORTE CLUBE CORINTHIANS foi uma festa sem precedentes, inimaginável à qualquer um. Pensando hoje parece que foi um sonho, sério mesmo. Mas como eu disse, só quem é sabe. Só quem é tem o presente de saber como é. É difícil de acreditar mas encontrei 4 pessoas que vieram de outros países para comemorar conosco. Sinto muito aos outros, ISSO É SÓ NO CORINTHIANS.

PARABÉNS àqueles que nos cederam o nosso nome, lá da Inglaterra;
PARABÉNS aos que à luz do lampião acreditaram (mas aposto que não tiveram noção do que viria a ser) que valia a pena algo do e para o povo;
PARABÉNS à cada jogador que vestiu o manto sagrado com todo o respeito que o TIMÃO e a FIEL merecem. PARABÉNS aos técnicos, preparadores, seguranças, gandulas, funcionários e etc;
PARABÉNS À MASSA, FIEL TORCIDA, NAÇÃO CORINTHIANA, que a sua voz jamais se cale; principalmente aos que estão fora de SP, que, mesmo sem poder frequentar os estádios com frequência, não permite q a chama se apague, amar com proximidade é fácil. PARABÉNS ao nosso eterno presidente Vicente Matheus, aquele q tratava o Timão como um filho e até $$ do seu próprio bolso tirava; PARABÉNS à Danúbia, corinthiana de carteirinha e que hoje, festeja lá do céu (e parabéns à todos os corinthianos lá de cima também).
PARABÉNS à Gaviões de Fiel, Pavilhão 9, Camisa 12, Coringão Chopp, Estopim e etc....que a união prevaleça sempre, afinal, a responsabilidade de vocês é cuidar do patrimônio maior, a vida e a dignidade do CORINTHIANS.
ps:  Eu continuo sendo a favor da Torcida Única!!

Em primeiro lugar agradeço a Deus por me fazer Corinthiana. Por ter me dado visão, audição e sentimento. Por me proporcionar esta alegria sem fim, esse AMOR de que posso falar com tanta propriedade: o CORINTHIANS faz parte da minha vida, é sangue do meu sangue, dia a dia, mesmo antes de eu nascer. O amor é mesmo brega, fazer o que?!
Agradeço à mamãe por (mesmo ser totalmente anti corinthiana) permitir (bem à contra gosto) por vários anos a minha ausência no almoço do dia das mães. Mas tb, porque quase todo ano a final tinha q ser exatamente neste domingo?!rs

Obrigada ao SPORT CLUBE CORINTHIANS PAULISTA que me acolheu com tanto zelo, mesmo às vezes tendo me deixado cair do berço (rsrsrs) é AMOR INCONDICIONAL.

3 comentários:

  1. caraca...é possível sentir a emoção lendo seu post Flávia...muito legal!!! Sou corinthiana, mas depois desse post acho que nem tanto assim hehehehe vc com certeza é uma amante fiel deste time e desta torcida.
    Já eu casei com um São Paulino hehehe então já viu né? melhor nem estravazar para não dar briga...estou grávida e nem roupinha de time comprei. Combinamos que nào vamos comprar para não dar mais briga...rsrsrs
    bjs!!!

    ResponderExcluir
  2. Sem palavras....simplesmente emocionante!!!
    Eu e o Di acompanhamos a festa pela TV e escutando os fogos, ficamos até às 0h e pouquinho assistindo, mas na verdade queriamos ter participado pessoalmente, afinal não veremos essa festa novamente.
    Hoje foi dia de trabalhar de preto e branco e logo cedo estava eu e o maridão iguais a crianças pendurando a bandeira do timão na janela de casa...rs
    Parabéns pelo amor e fidelidade que vc tem pelo nosso timão!!!
    Realmente não tem preço a emoção do estádio.
    bjks

    ResponderExcluir
  3. eu nunca fui num estádio ver o jogo do corinthias..meu marido meu sacaneou, insistiu para eu ir com ele ver o jogo do São Paulo, pois ganhamos os ingressos de um camarote, fomos e a promessa de ver o Corinthians jogando não foi cumprida :-(

    ResponderExcluir